Livro “Um Caminho para Todos” / Book “A Camino for All”

PT / EN  (English version, please, scroll down) Livro: “Um Caminho para Todos – Diário de uma Peregrina no Caminho de Santiago“ Quando leio algo relacionado com o Caminho de Santiago (ou outros “caminhos”), partilho a opinião neste espaço. Neste … Continuar a ler

CR 23: Santana – Arco de S. Jorge

PT / EN (English version, please scroll down) A Madeira, pequena ilha, ainda encerra muitos mistérios até para quem a habita. Dispostos a conhecer mais sobre a mesma, aventurámo-nos no Caminho Real da Madeira nº 23. A escolha da etapa (e … Continuar a ler

Caminho Real da Madeira nº23 (CR23) /Royal Path 23

PT / EN (English version, please croll down) Em 2010 quando iniciei os treinos para partir para o Caminho de Santiago, na primeira grande caminhada da minha vida, percorri muita estrada na Madeira. Na altura, começou-se a formar a ideia … Continuar a ler

Caminhada / Walk: Levada do Rei

A Levada do Rei tem início na ETAR (Estação de Tratamento de Águas) nas Quebradas, em São Jorge e termina no Ribeiro Bonito. É um percurso recomendado pela Direcção Regional do Turismo, PR 18, de curta/média distância, 5,1 km (+5,1 km … Continuar a ler

Caminhada / Walk: Levada do Moinho

A Levada do Moinho faz parte dos Percursos recomendados pela Direcção Regional do Turismo, PR 7. O seu nome deve-se aos moinhos que existiram ao longo da levada, mas actualmente consta apenas um e em mau estado de conservação. A … Continuar a ler

Caminhada / Walk: Monte – Terreiro da Luta

Sexta-feira Santa é um dia especial. Apela ao recolhimento, ao distanciamento dos ruídos diários, à reflexão e à oração. Assim, o dia foi aproveitado para uma caminhada até o Terreiro da Luta que, sendo relativamente próximo do Funchal, transporta-nos para outra realidade. O … Continuar a ler

Livro “Olhares de um Peregrino no Caminho de Santiago”

O ano começou com o foco no Caminho de Santiago, através de uma prenda que me chegou às mãos. Desta feita, através do olhar nas (muitas) fotografias de Nuno Sousa e das palavras de Luís Ferreira, facilmente nos conseguimos identificar nalgum ponto. Eis … Continuar a ler

Caminhada / Walk: Caminho do Laranjal e da Capela

PT / EN Longe vai o tempo em que “subir à Capelinha” era o passeio familiar de Domingo após o almoço para “ajudar a fazer a digestão”. Não era semanal mas quase, tal a frequência com o que o percorríamos, … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 42. Bandeira – Santiago de Compostela. Dia apoteótico / Apotheotic day

PT /EN Etapa 42: Bandeira – Santiago de Compostela (33,8 km) À hora marcada o despertador vibra, são 3 horas da madrugada. Na verdade, quase não precisaria de colocar o alerta, a noite foi mal dormida dada a ansiedade. Levanto-me, levo … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 41. Castro Dozón – Bandeira (35,2 km). Fénix renascida / Phoenix reborn

PT /EN Etapa 41: Castro Dozón – Bandeira (35,2 km)  Conforme combinado ontem, saio cedo do albergue com a Krystyna. A maioria dos peregrinos vai fazer uma etapa curta até A Laxe, o objectivo da Krystyna é chegar até Silleda e … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 40. Cea – Castro Dozón. Desilusão e despedida precoce / Disillusion and premature farewell

PT /EN Etapa 40: Cea – Castro Dozón (13 km) Se há dia em que todos os planos saíram furados, foi no de hoje e começou logo bem cedo. Tinha fica combinado encontrar-me com os rapazes na praça no centro … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 39. Ourense – Cea. Encontro de jovens / Youth meeting

PT /EN Etapa 39: Ourense – Cea (22,1 km) Hoje é o dia de experimentar os novos sapatinhos e pelo menos uma coisa é certa, os pés molhados não voltarei a ter até ao fim! Yupi! Aconselharam-me a levar na mesma … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 38. Xunqueira de Ambía – Ourense. A vaidosa! / So vain!

PT /EN Etapa 38: Xunqueira de Ambía – Ourense (22 km) Ontem quando chegamos ao albergue, já havia poucas camas disponíveis e acabamos por ficar num quarto de 4 lugares, espaço destinado a pessoas com necessidades especiais. O quarto, embora mais … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 33. Asturianos – Requejo. Perdida no bosque / Lost in the woods

PT /EN Etapa 33: Asturianos – Requejo (26,5 km) A noite foi curta, muito curta e mal dormida. A minha tendinite também não dá tréguas e sinto a perna bem pior que ontem… o dia promete! Acabamos por sair todos do … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 31. Santa Croya de la Tera – Rionegro del Puente. Montanha-russa / Roller coaster

PT /EN Etapa 31: Santa Croya de la Tera – Rionegro del Puente (29 km) Desperto com dores na perna, mais que as habituais. Ontem, por me sentir tão bem, talvez tenha exagerado no ritmo e hoje o corpo ressente-se. Das primeiras … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 30. Tabara – Santa Croya de la Tera. Estás feliz? / Are you happy?

PT /EN Etapa 30: Tabara – Santa Croya de la Tera (22,6 km) A noite não foi muito descansada e acordo com alguma preguiça. Tomamos o pequeno-almoço comunitário e saímos, eu sem grande entusiasmo. Apesar de estar fresquito a esta … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 29. Granja de Moreruela – Tabara. Um presente / A gift

PT /EN Etapa 29: Granja de Moreruela –  Tabara (25,3 km) Hoje, para nós, é o fim da Via de la Plata. O traçado original desta estrada romana liga Mérida a Astorga, mas como continuar até lá implica chegar a Compostela … Continuar a ler

Via de la Plata: 27. Zamora – Montamarta. Lar doce Lar / Home sweet Home

PT /EN Etapa 27: Zamora –  Montamarta (18,6 km) Esta manhã temos direito a pequeno-almoço comunitário! A maioria das pessoas aproveita esta benesse e, depois da noite de ontem, voltamo-nos a reencontrar todos à mesa. À saída, as hospitaleiras despedem-se de … Continuar a ler

Via de la Plata: 26. Villanueva del Campeán – Zamora. Surpresa! / Surprise!

PT /EN Etapa 26: Villanueva del Campeán –  Zamora (18,6 km) O dia amanhece parcialmente nublado e um pouco mais fresco do que o costume. Para mim continua a ser uma temperatura agradável para caminhar, mas quando se fazem paragens em … Continuar a ler

Via de la Plata: 25. Calzada de Valdunciel – Villanueva del Campeán. Somos uma equipa/ We are a team

PT /EN Etapa 25: Calzada de Valdunciel –  Villanueva del Campeán (33,8 km) No dia extra em Salamanca, aproveitei para estudar o percurso até Santiago e definir as minhas etapas, consoante as cidades onde queria parar, a existência de albergues, o … Continuar a ler

Via de la Plata: 24. Salamanca – Calzada de Valdunciel. Novas caras / New faces

PT /EN Etapa 24: Salamanca –  Calzada de Valdunciel (15,8 km) Nunca me deixo de surpreender com o funcionamento da nossa mente! Quando o despertador dá sinal de manhã cedo, o corpo já esqueceu que houve um dia de preguiça e … Continuar a ler

Via de la Plata: 18. San Gil – Oliva de Plasencia. Sedenta / Thirsty

PT /EN Etapa 18: San Gil –  Oliva de Plasencia (30 km) A noite foi bem dormida embora nesta fase seja estranho ter um quarto só para mim e de manhã poder acender a luz e arrumar as coisas tranquilamente sem … Continuar a ler

Via de la Plata: 17. Grimaldo – San Gil. Nasceu uma família / A family was born

PT /EN Etapa 17: Grimaldo  – San Gil (20 km) + 2 horas Quando saímos esta manhã do albergue, estávamos longe de imaginar tudo o que nos viria a acontecer! Não consegui dormir descansadamente e isso reflectiu-se de manhã nalguma falta … Continuar a ler

Via de la Plata: 16. Embalse de Alcantara – Grimaldo. Paisagem mutável / Mutable landscape

PT /EN Etapa 16: Embalse de Alcantara – Grimaldo (20,3 km) Desperto com menos dores do que nos últimos dias, o que é algo motivador para começar a jornada, embora impere alguma preguiça. Nada como ter uma subida logo à saida … Continuar a ler

Via de la Plata: 13. Alcuéscar – Valdesalor. Jantar de despedida / Farewell dinner

PT /EN Etapa 13: Alcuéscar – Valdesalor (25,7 km) Desperto cedo com o reboliço dos madrugadores que vão entrando e saindo do quarto para irem à casa-de-banho. Quando vêem que dormi no sofá, perguntam se está tudo bem. Claro que sim, … Continuar a ler

Via de la Plata: 11. Mérida – Aljucén. Gerações diferentes / Different generations

PT /EN Etapa 11: Mérida – Aljucén  (15,9 km) + 4 km Hoje opto novamente por uma etapa mais curta, já que ontem, com a visita à cidade e o calor insuportável, acabaram por me sugar energias extras. Assim, será … Continuar a ler

Via de la Plata: 9. Villafranca de los Barros – Torremejía. Travessia do Deserto / Crossing the Desert

PT / EN Etapa 9: Villafranca de los Barros – Torremejía (27,4 km) Noite mal dormida devido às dores nos pés. Também a antecipação da etapa, não dava grande tranquilidade, esperevam-nos longas rectas entre vinhedos, num dia de calor imenso e … Continuar a ler

Via de la Plata: 6. Monesterio – Calzadilla de los Barros. Estar só não é solidão / Being alone is not solitude

PT / EN Etapa 6: Monesterio – Calzadilla de los Barros (27,6 km) Noite bem dormida, energia e boa disposição repostas! À saída do albergue, conheço o Jürgen, um alemão, que me acompanha um pouco. Pretende fazer uma etapa muito mais … Continuar a ler

Via de la Plata: 5. El Real de la Jara – Monesterio. O início de uma nova fase / The beginning of a new phase

PT / EN Etapa 5: El Real de la Jara – Monesterio (20,1 km) Acordo ainda cansada, esta noite não deu para recuperar, mas a vontade de me afastar dali e “ganhar tempo” em relação aos meus colegas de quarto era … Continuar a ler

Via de la Plata: 4. Almadén de la Plata – El Real de la Jara. Do Paraíso ao Inferno / Paradise to Hell

PT / EN Etapa 4: Almadén de la Plata – El Real de la Jara (19 km) O meu objectivo do dia era chegar a El Real de la Jara, optar por uma etapa curta, pois começava a sentir o cansaço … Continuar a ler

Via de la Plata: 1. Sevilla – Guillena, A Materialização de um Sonho / The Materialization of a Dream

PT / EN Etapa 1: Sevilla – Guillena (22,2 km) O dia começou cedo, embora no meu quarto, os restantes ocupantes continuassem a descansar. A noite tinha dado para descansar, mas o sono foi instável dada a ansiedade de começar … Continuar a ler

Carimbos: Via de la Plata + Camino Sanabrés

PT / EN A credencial é das melhores recordações que posso guardar do Caminho. Quase todos os carimbos trazem-me à memória alguma coisa: o hospitaleiro, a cidade/aldeia, a situação, enfim, memórias codificadas que rapidamente voltam a surgir. Lamento não ter … Continuar a ler

Albergue de Peregrinos do Mosteiro de Vairão

O Albergue de Peregrinos em Vairão, a cerca de 25 km do Porto, abriu portas a 25 de Julho (dia de S. Tiago) deste ano. Actualmente, conta com 50 camas disponíveis, mas o objectivo é alargar este número ao longo … Continuar a ler

Partilha de Joana Vaz Teixeira: “Caminhando se faz o Caminho”

Há uns meses atrás conheci a Joana num evento sobre viagens. O facto de estarmos fora do Porto e haver uma viagem de regresso conjunta, foi uma excelente oportunidade para saber alguns pormenores sobre a sua aventura de 3 meses … Continuar a ler

O Porto acordou com mais setas!

Em toda a existência deste cantinho, a maior ocorrência de mensagens e contactos, foi após a referência à falta de algumas setas e ao desafio para o “mapeamento” das mesmas no Porto, a 1 de Setembro, que foi confundido como … Continuar a ler

Caminhada em Vilar de Perdizes

Vilar de Perdizes, aldeia sobejamente conhecida pelas ligações esotéricas (nas quais não me vou alongar), foi o cenário para um dia muito bem passado, com o grupo Vamos Ali, pela Rota dos Contrabandistas. Acompanhados todo o dia também pelo Sr. Padre, … Continuar a ler

Partilha do Luís: “Caminho de Santiago: Grandes dúvidas e grandes desafios”

Mais uma partilha que me alegra o espírito, por ser de alguém que apesar de primar pela descrição, muito já contribuiu para este cantinho e responde sempre prontamente aos meus apelos. Luís, obrigada por tudo! :) Para quem quiser participar, … Continuar a ler

Partilha de Juciara Nepomuceno: “Três lições do Caminho”

E chegaram notícias do Brasil! Obrigada Juciara pela partilha, havendo vários pontos em comum com a minha própria experiência. :) Para quem quiser participar, o desafio foi lançado aqui! :) Texto de Juciara Nepomuceno, Blog Destino Algum Três lições do … Continuar a ler

Partilha de David Rodrigues: “KM 0 – Quando pensares que o Caminho terminou…”

O David foi o primeiro (de muitos, espero eu) a responder ao desafio lançado, com o texto e fotografias abaixo. Eu, que vou acompanhando um pouco a sua página e partilhas, fiquei contente pela disponibilidade demonstrada. Muito obrigada!! :) KM 0 … Continuar a ler

Passeata 13-10-13

O dia ameaçava e a chuva acabou por chegar mais cedo do que era suposto. Mesmo assim, não faltou a boa disposição e a vontade de levar até ao fim o plano traçado! Desta vez, um grupo mais reduzido, mas … Continuar a ler

Barcelos – Guia Interactivo do Caminho

No passado dia 26, o primeiro dia da 1st International Conference – Porto as a Tourism Destination: City Tourism, na Biblioteca Almeida Garrett, foi feita a comunicação “Sistemas de Informação Geográfica e Realidade Aumentada. Guia Interactivo do Caminho Português de … Continuar a ler

Albergues do Caminho Português de Santiago

Se alguém tiver informações a acrescentar, agradeço! Fonte: Texto da Via Lusitana Notas: – Os Bombeiros fornecem, nalgumas localidades, alojamento. Não é essa a vocação dos Bombeiros, mas fazem-no num espírito de serviço. Em muitos casos não há que contar com um … Continuar a ler

1001 Sinais, 1 Caminho

Setas e vieiras em placas, azulejos, autocolantes ou pintadas, de muitas formas e feitios, a darem conforto ao peregrino e sempre com o mesmo destino. :) Alguns exemplos de sinais que encontrei ao longo do Caminho: (Fotografias minhas e de … Continuar a ler

“Um Caminho para Todos” no Diário de Notícias da Madeira

PT / EN Um Caminho para a vida Ninguém acreditava que fosse capaz. Mas de mochila às costas, Luísa Sousa caminhou de Valença do Minho até Santiago de Compostela. Voltou ‘à estrada’ no ano seguinte com uma distância ainda maior, … Continuar a ler