Uma mochila cheia de nada / A backpack full of nothing

PT / EN Os últimos anos têm sido de busca interior incessante. O crescente desconforto no conforto impulsiona a procura de novos caminhos. Apesar dessa necessidade, nada é vivido sem a ansiedade e angústia inicial pelo desconhecido. Peregrinar rumo a … Continuar a ler

Partilha de Cláudia Gouvinhas: Comecei a caminhar tarde… / I started walking late …

PT / EN Cada vez mais creio que é na partilha que está o ganho. Ficamos todos a ganhar, embora cada um, individualmente e no seu íntimo, tenha a sua própria experiência de vivência do Caminho (seja o de rumo … Continuar a ler

Delineando o Futuro

Com o começar do novo ano, muitos são os que definem as resoluções  para os próximos meses. A maioria nunca se concretizará, mas o tempo é de esperança! ;) Também eu tenho algumas, incluindo a Via de la Plata em … Continuar a ler

Depois de um interregno…

Depois de um interregno, retomar os treinos é mais complicado. Muito daquilo que já tinha sido alcançado no nosso desempenho, regride drasticamente (e nem é preciso passar tanto tempo quanto isso)! Assim, depois do primeiro treino:- os músculos das pernas … Continuar a ler

“I have a dream”

Dado o meu passado (post de ontem) e a minha vivência positiva nos Caminhos de Santiago, em 2011, ao percorrer o Caminho Francês, foi-se formando uma ideia, um sonho, uma enorme vontade: um dia ir com um grupo, preferencialmente pessoas … Continuar a ler

Expectativas

Pessoalmente, prefiro nunca ter muitas expectativas em relação a nada, embora nem sempre seja algo que se controle. partir para o Caminho é algo que não é indiferente a quem parte. Como normalmente implica algum planeamento, as expectativas começam desde … Continuar a ler