Livro “Um Caminho para Todos” / Book “A Camino for All”

PT / EN  (English version, please, scroll down) Livro: “Um Caminho para Todos – Diário de uma Peregrina no Caminho de Santiago“ Quando leio algo relacionado com o Caminho de Santiago (ou outros “caminhos”), partilho a opinião neste espaço. Neste … Continuar a ler

CR 23: Arco de S. Jorge – S. Vicente

PT / EN (English version, please scroll down) Na nossa 2ª etapa do Caminho Real da Madeira (CR 23), retomámos no ponto de paragem anterior, Arco de S. Jorge, quando as forças nos faltaram e rumámos a S.Vicente, a nossa … Continuar a ler

CR 23: Santana – Porto da Cruz

PT / EN (English version, please scroll down) Uma vez mais, para percorrer um troço do Caminho Real 23, iniciamos a nossa caminhada na Achada do Gramacho, mas desta feita rumo ao Porto da Cruz. À saída da Quinta do Furão, … Continuar a ler

CR 23: Santana – Arco de S. Jorge

PT / EN (English version, please scroll down) A Madeira, pequena ilha, ainda encerra muitos mistérios até para quem a habita. Dispostos a conhecer mais sobre a mesma, aventurámo-nos no Caminho Real da Madeira nº 23. A escolha da etapa (e … Continuar a ler

Caminho Real da Madeira nº23 (CR23) /Royal Path 23

PT / EN (English version, please croll down) Em 2010 quando iniciei os treinos para partir para o Caminho de Santiago, na primeira grande caminhada da minha vida, percorri muita estrada na Madeira. Na altura, começou-se a formar a ideia … Continuar a ler

Uma mochila cheia de nada / A backpack full of nothing

PT / EN Os últimos anos têm sido de busca interior incessante. O crescente desconforto no conforto impulsiona a procura de novos caminhos. Apesar dessa necessidade, nada é vivido sem a ansiedade e angústia inicial pelo desconhecido. Peregrinar rumo a … Continuar a ler

Caminhada / Walk: Levada do Rei

A Levada do Rei tem início na ETAR (Estação de Tratamento de Águas) nas Quebradas, em São Jorge e termina no Ribeiro Bonito. É um percurso recomendado pela Direcção Regional do Turismo, PR 18, de curta/média distância, 5,1 km (+5,1 km … Continuar a ler

Caminhada / Walk: Levada do Moinho

A Levada do Moinho faz parte dos Percursos recomendados pela Direcção Regional do Turismo, PR 7. O seu nome deve-se aos moinhos que existiram ao longo da levada, mas actualmente consta apenas um e em mau estado de conservação. A … Continuar a ler

Partilha de Cláudia Gouvinhas: Comecei a caminhar tarde… / I started walking late …

PT / EN Cada vez mais creio que é na partilha que está o ganho. Ficamos todos a ganhar, embora cada um, individualmente e no seu íntimo, tenha a sua própria experiência de vivência do Caminho (seja o de rumo … Continuar a ler

Caminhada / Walk: Caminho do Laranjal e da Capela

PT / EN Longe vai o tempo em que “subir à Capelinha” era o passeio familiar de Domingo após o almoço para “ajudar a fazer a digestão”. Não era semanal mas quase, tal a frequência com o que o percorríamos, … Continuar a ler

Livro “Uma Mulher no Topo do Mundo”/ Book “A woman on top of the world”

PT / EN (English version, please scroll down!) Numa sociedade que exige cada vez mais a perfeição e em que esse lado é diariamente e amplamente anunciado e partilhado, o livro “Uma Mulher no Topo do Mundo” surge um pouco … Continuar a ler

“After- Party”: Santiago e Finisterra

PT / EN Desperto sem o auxílio do despertador, o corpo já tem a sua rotina e antes de fazer qualquer movimento, fico a assimilar tudo o que foi vivido na véspera, quero ter a certeza que não foi um … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 42. Bandeira – Santiago de Compostela. Dia apoteótico / Apotheotic day

PT /EN Etapa 42: Bandeira – Santiago de Compostela (33,8 km) À hora marcada o despertador vibra, são 3 horas da madrugada. Na verdade, quase não precisaria de colocar o alerta, a noite foi mal dormida dada a ansiedade. Levanto-me, levo … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 41. Castro Dozón – Bandeira (35,2 km). Fénix renascida / Phoenix reborn

PT /EN Etapa 41: Castro Dozón – Bandeira (35,2 km)  Conforme combinado ontem, saio cedo do albergue com a Krystyna. A maioria dos peregrinos vai fazer uma etapa curta até A Laxe, o objectivo da Krystyna é chegar até Silleda e … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 40. Cea – Castro Dozón. Desilusão e despedida precoce / Disillusion and premature farewell

PT /EN Etapa 40: Cea – Castro Dozón (13 km) Se há dia em que todos os planos saíram furados, foi no de hoje e começou logo bem cedo. Tinha fica combinado encontrar-me com os rapazes na praça no centro … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 39. Ourense – Cea. Encontro de jovens / Youth meeting

PT /EN Etapa 39: Ourense – Cea (22,1 km) Hoje é o dia de experimentar os novos sapatinhos e pelo menos uma coisa é certa, os pés molhados não voltarei a ter até ao fim! Yupi! Aconselharam-me a levar na mesma … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 38. Xunqueira de Ambía – Ourense. A vaidosa! / So vain!

PT /EN Etapa 38: Xunqueira de Ambía – Ourense (22 km) Ontem quando chegamos ao albergue, já havia poucas camas disponíveis e acabamos por ficar num quarto de 4 lugares, espaço destinado a pessoas com necessidades especiais. O quarto, embora mais … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 36. A Gudiña – Laza. Caminhar, uma terapia / Walking as a therapy

PT /EN Etapa 36: A Gudiña – Laza (42 km) À saída da pensão é notório que choveu durante a noite, as ruas estão lavadas e o reflexo da iluminação no pavimento tem um brilho diferente. Apesar de agora termos uma … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 34. Requejo – Lubian. Bom dia, alegria! / Good morning, sunshine!

PT /EN Etapa 34: Requejo – Lubian (17,6 km) Bom dia, alegria! Depois de dois dias menos bons, segue-se sempre um melhor, pelo menos é o que vou constatando por aqui. Anima-me ver o percurso de hoje, os primeiros 8,1 … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 33. Asturianos – Requejo. Perdida no bosque / Lost in the woods

PT /EN Etapa 33: Asturianos – Requejo (26,5 km) A noite foi curta, muito curta e mal dormida. A minha tendinite também não dá tréguas e sinto a perna bem pior que ontem… o dia promete! Acabamos por sair todos do … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 31. Santa Croya de la Tera – Rionegro del Puente. Montanha-russa / Roller coaster

PT /EN Etapa 31: Santa Croya de la Tera – Rionegro del Puente (29 km) Desperto com dores na perna, mais que as habituais. Ontem, por me sentir tão bem, talvez tenha exagerado no ritmo e hoje o corpo ressente-se. Das primeiras … Continuar a ler

Camino Sanabrés: 30. Tabara – Santa Croya de la Tera. Estás feliz? / Are you happy?

PT /EN Etapa 30: Tabara – Santa Croya de la Tera (22,6 km) A noite não foi muito descansada e acordo com alguma preguiça. Tomamos o pequeno-almoço comunitário e saímos, eu sem grande entusiasmo. Apesar de estar fresquito a esta … Continuar a ler

Via de la Plata: 28. Montamarta – Granja de Moreruela. Atchim / Atchoo

PT /EN Etapa 28: Montamarta –  Granja de Moreruela (22,9 km) O dia amanhece com chuva, choveu toda a noite e as previsões são que continue pelo menos até amanhã! Aproveito os últimos momentos com os pés secos e confortáveis enquanto … Continuar a ler

Via de la Plata: 26. Villanueva del Campeán – Zamora. Surpresa! / Surprise!

PT /EN Etapa 26: Villanueva del Campeán –  Zamora (18,6 km) O dia amanhece parcialmente nublado e um pouco mais fresco do que o costume. Para mim continua a ser uma temperatura agradável para caminhar, mas quando se fazem paragens em … Continuar a ler

Via de la Plata: 25. Calzada de Valdunciel – Villanueva del Campeán. Somos uma equipa/ We are a team

PT /EN Etapa 25: Calzada de Valdunciel –  Villanueva del Campeán (33,8 km) No dia extra em Salamanca, aproveitei para estudar o percurso até Santiago e definir as minhas etapas, consoante as cidades onde queria parar, a existência de albergues, o … Continuar a ler

Via de la Plata: 20. Aldeanueva del Camino – Calzada de Béjar. De volta às origens / Back to basics

PT /EN Etapa 20: Aldeanueva del Camino  –  Calzada de Béjar (22,2 km) Depois do dia de ontem, voltou alguma boa energia e os pés correspondem melhor do que o esperado. Na primeira parte da etapa, até Baños de Montemayor não … Continuar a ler

Via de la Plata: 19. Oliva de Plasencia – Aldeanueva del Camino. Ainda falta muito? / There is still much?

PT /EN Etapa 19: Oliva de Plasencia – Aldeanueva del Camino (30 km) Nesta fase da peregrinação, penso que o corpo já devia estar habituado a este esforço físico, mas infelizmente, ele não é da mesma opinião. Acordei ainda cansada dos … Continuar a ler

Via de la Plata: 18. San Gil – Oliva de Plasencia. Sedenta / Thirsty

PT /EN Etapa 18: San Gil –  Oliva de Plasencia (30 km) A noite foi bem dormida embora nesta fase seja estranho ter um quarto só para mim e de manhã poder acender a luz e arrumar as coisas tranquilamente sem … Continuar a ler

Via de la Plata: 17. Grimaldo – San Gil. Nasceu uma família / A family was born

PT /EN Etapa 17: Grimaldo  – San Gil (20 km) + 2 horas Quando saímos esta manhã do albergue, estávamos longe de imaginar tudo o que nos viria a acontecer! Não consegui dormir descansadamente e isso reflectiu-se de manhã nalguma falta … Continuar a ler

Via de la Plata: 16. Embalse de Alcantara – Grimaldo. Paisagem mutável / Mutable landscape

PT /EN Etapa 16: Embalse de Alcantara – Grimaldo (20,3 km) Desperto com menos dores do que nos últimos dias, o que é algo motivador para começar a jornada, embora impere alguma preguiça. Nada como ter uma subida logo à saida … Continuar a ler

Via de la Plata: 15. Casar de Cáceres – Embalse de Alcantara. Os meus convidados / My guests

PT /EN Etapa 15: Casar de Cáceres – Embalse de Alcantara (21,8 km) Durante a noite deu para descansar e recuperar um pouco dos últimos dois dias, por isso, começo o dia animada. À saída do albergue, vejo o Pepe … Continuar a ler

Via de la Plata: 14. Valdesalor – Casar de Cáceres. Reencontros / Re-encounters

PT /EN Etapa 14: Valdesalor – Casar de Cáceres (22,8 km)  Esta manhã acabamos todos por sair do albergue mais ou menos à mesma hora rumo a Cáceres, mas ao longo do trajecto as distâncias entre nós vão aumentando. Como está … Continuar a ler

Via de la Plata: 13. Alcuéscar – Valdesalor. Jantar de despedida / Farewell dinner

PT /EN Etapa 13: Alcuéscar – Valdesalor (25,7 km) Desperto cedo com o reboliço dos madrugadores que vão entrando e saindo do quarto para irem à casa-de-banho. Quando vêem que dormi no sofá, perguntam se está tudo bem. Claro que sim, … Continuar a ler

Via de la Plata: 12. Aljucén – Alcuéscar. Dia da Mãe / Mother’s Day

PT /EN Etapa 12: Aljucén – Alcuéscar (20 km) Esta manhã Brigitte pergunta se me incomodo que caminhemos juntas. Claro que não! Faz questão de oferecer um chá enquanto toma o pequeno-almoço no bar da povoação. Assim que terminamos estão os … Continuar a ler

Via de la Plata: 11. Mérida – Aljucén. Gerações diferentes / Different generations

PT /EN Etapa 11: Mérida – Aljucén  (15,9 km) + 4 km Hoje opto novamente por uma etapa mais curta, já que ontem, com a visita à cidade e o calor insuportável, acabaram por me sugar energias extras. Assim, será … Continuar a ler

Via de la Plata: 10. Torremejía – Mérida. Visita à Romanolândia / Visit to the Romanland

PT / EN Etapa 10: Torremejía – Mérida (16 km) Acordo mais cedo do que o costume para me despedir da Wanda e do Marian. Não esperavam a surpresa e foi com agrado que me viram. Despedimo-nos, um último abraço apertado, muito grata … Continuar a ler

Via de la Plata: 8. Zafra – Villafranca de los Barros. Sessão de Coaching / Coaching session

PT / EN Etapa 8: Zafra – Villafranca de los Barros (18,2 km) Depois de uma noite de luxo, estou pronta para um novo dia! A etapa será curta, com uma subida logo ao ínicio, seguida de descida, mas nem por … Continuar a ler

Via de la Plata: 6. Monesterio – Calzadilla de los Barros. Estar só não é solidão / Being alone is not solitude

PT / EN Etapa 6: Monesterio – Calzadilla de los Barros (27,6 km) Noite bem dormida, energia e boa disposição repostas! À saída do albergue, conheço o Jürgen, um alemão, que me acompanha um pouco. Pretende fazer uma etapa muito mais … Continuar a ler

Via de la Plata: 4. Almadén de la Plata – El Real de la Jara. Do Paraíso ao Inferno / Paradise to Hell

PT / EN Etapa 4: Almadén de la Plata – El Real de la Jara (19 km) O meu objectivo do dia era chegar a El Real de la Jara, optar por uma etapa curta, pois começava a sentir o cansaço … Continuar a ler

Via de la Plata: 3. Castilblanco de los Arroyos – Almadén de la Plata. Diversão pura / Pure fun

PT / EN Etapa 3: Castilblanco de los Arroyos – Almadén de la Plata (29,5 km) Antecipámos a saída em meia hora para ainda estar de noite. Como tínhamos de percorrer 16 km ao longo de estrada e a etapa seria … Continuar a ler

Via de la Plata: 1. Sevilla – Guillena, A Materialização de um Sonho / The Materialization of a Dream

PT / EN Etapa 1: Sevilla – Guillena (22,2 km) O dia começou cedo, embora no meu quarto, os restantes ocupantes continuassem a descansar. A noite tinha dado para descansar, mas o sono foi instável dada a ansiedade de começar … Continuar a ler

Livro: Caminho do Amor / Book: Camino of Love

PT / EN A Anabela e o Alexandre são viajantes natos  e foi através do seu blog/Facebook Crónicas de “Um” Vagamundo que acompanhei alguns relatos da sua experiência no Caminho de Santiago. O Caminho Francês, fizeram-no em 2013, mas o livro, … Continuar a ler

Próximo Ponto de Encontro / Next meeting point

PT / EN Na sequência do post anterior, foi decidido marcar um “café andante”/passeata no próximo sábado, dia 21, pelas 8h30, na entrada do Cais do Funchal. Todos os interessados (peregrinos, futuros peregrinos, interessados no assunto, caminhantes, etc.) são bem-vindos. … Continuar a ler

Madeira: atenção, atenção! :)

Tenho saudades de estar com peregrinos! Na última temporada que estive no Porto, através de um repto lançado, tive o privilégio de conhecer um grupo maravilha (aqui). Na altura, era apenas para a concretização de uma tarefa específica, verificar a … Continuar a ler

Caminho: Procura companhia? / Are you looking to walk with someone?

PT / EN Muitos são os que sentem vontade de percorrer o Caminho de Santiago, mas que sucumbem no primeiro “contratempo”: a falta de companhia, alguém das suas relações próximas com o mesmo objectivo. Das mensagens (e alguns telefonemas) que … Continuar a ler

Passeata no Domingo

Os treinos continuam e as “despedidas” acumulam-se :) Próxima passeata/café andante, este Domingo, 6 Abril. Ponto de Encontro:  Clérigos (torre), 8h Percurso: Clérigos, Praça do Cubo, marginal até ao Passeio Alegre, Castelo do Queijo, atravessar o Parque da Cidade, Avenida da Boavista até … Continuar a ler

“Despedidas”, preparação física e convívio

O mote estava lançado: “despedidas”, preparação física e convívio! São vários os membros do grupo que em breve vão partir para o(s) Caminho(s) de Santiago, portanto, nada como aproveitar um belo Domingo de sol para estarmos juntos e cumprir vários … Continuar a ler

“Primeiro estranha-se, depois entranha-se!”

De há uns meses a esta parte, o silêncio abunda. No início é estranho, parece que falta algo, depois torna-se absolutamente delicioso e companheiro. Com a mudança de casa instalou-se o silêncio, sem televisão, sem rádio e por “longos” períodos, … Continuar a ler

Só vs Acompanhado

Questão tantas vezes levantada: ir só ou acompanhado? Se possível, o melhor é diversificar (pelo menos na fase de treinos, quando o poder de escolha é maior), pois as vantagens são diferentes. * Acompanhado: – motiva para não faltar aos … Continuar a ler