“Vai com medo, mas vai!” / “Go scared, but go ahead!”

PT / EN

“Vai com medo, mas vai!”, foi o melhor conselho que me poderiam ter dado e, que ao longo de todo o processo, o repeti como um mantra.

Há alturas na vida em que é preciso arriscar, dar o salto, confiar. Neste caso, foi no sentido literal.
Andar um pouco por todo o lado a partilhar os Caminhos, a incentivar outros para que dêem o primeiro passo sem receio, tem-me feito ser mais exigente comigo própria, de pôr em prática as minhas próprias palavras.
Assim, e porque o fascínio de saltar de paraquedas sempre foi grande e inexplicável (apesar do pavor de alturas e do vazio) achei que tinha chegado o momento.

Li um pouco do feedback de outras pessoas na net, vi vídeos no YouTube, inteirei-me do que podia correr mal (nada!) e marquei o salto com alguma antecedência. Senti logo um nervoso miudinho. Depois foram 2 noites mal dormidas (caguinchas!) :) Felizmente os dias ao longo do “booktour” foram intensos o suficiente para não pensar demasiado no assunto. Fiz figas para que as condições meteorológicas se mantivessem menos propícias, mas no único dia que me restava disponível, o Irmão Sol presenteou-me com todo o seu esplendor. Não havia desculpa plausível a dar ;)

Até ao aeródromo fui a panicar, mas fui. E com a excepção da aproximação à porta da avioneta, tudo foi vivido com relativa tranquilidade. Uma surpresa até para mim :)
Obrigada a todos os que incentivaram e deixaram o seu testemunho, foi um reforço importante! Também toda a equipa da Skydive foi impecável!
Maravilha!!!
Viva às ideias de jerico!!! :D

___

Sobre o salto em si:
– é super seguro, toda a equipa transmite a confiança necessária e explica todos os procedimentos;
– a fazer, mais vale optar pelas maiores altitudes (pelos menos de 4200m, mas o ideal é o de 5000m);
– há vários locais no país onde existem empresas que oferecem este serviço, mas quanto mais longe das zonas urbanas, melhor, para desfrutar da paisagem.
– Ir com medo, mas IR!! Vale mesmo a pena, pelo menos uma vez na vida ;)

 

___

EN

“Go with fear, but go!” Was the best advice they could have given me and, throughout the whole process, I repeated it as a mantra.

There are times in life when you have to take risks, make the leap, trust. In this case, it was in the literal sense.
Crossing the country to talk and share about the Way of St James (Camino de Santiago), to encourage others to take the first step without fear, has made me more demanding with myself, to put into practice my own words.
So, and because the fascination of parachute jumping was always great and inexplicable (despite the dread of heights and emptiness) I thought the time had come.

I read a bit of feedback from other people on the net, watched videos on YouTube, learned what could go wrong (nothing!) and booked the jump with some advance. I immediately felt a little nervous. Then there were two bad nights sleeping (pussy!) :) Fortunately the days along the “booktour” were intense enough not to think too much about the subject. I crossed my fingers wishing that the weather was less favorable, but in the only day I had left, Brother Sun presented me with all its splendor. There was no plausible excuse to give ;)

Even anxious, I went to the aerodrome. And with the exception of the approach to the plane’s door, everything was lived with relative tranquility. A surprise even for me :)
Thank you to all those who encouraged and left their testimony, it was an important reinforcement! Also the whole Skydive team was flawless!
Wonderful!!!
Long life to my “ideas of jerico” (how I call my stupid ideas) !!! : D

___

About the jump itself:
– it is super safe, the whole team conveys the necessary confidence and explains all the procedures;
– to do, better to opt for the highest altitudes (at least 4200m, but the ideal is 5000m);
– there are several places in the country where there are companies offering this service, but the further away from urban areas, the better, to enjoy the scenery.
– Go scared, but GO !! It’s worth it, at least once in a lifetime;)

Anúncios

2 thoughts on ““Vai com medo, mas vai!” / “Go scared, but go ahead!”

  1. Mais um caminho que demonstras disponível para todos, mesmo os mais “caguinchas”. Aguardo ansiosamente as próximas ideias de jerico.😊

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s