Princípios

CF - princípiosEm vez de correr a todo o gás, talvez tivesse sido mais judicioso da minha parte realizar o percurso a pé. Era o que muitos corredores estavam a fazer, naquele momento, a fim de dar um pouco de descanso às pernas. Pela parte que me toca, não dei um único passo. Parei uma série de vezes para fazer alongamentos, mas nunca caminhei. Não era para isso que me tinha inscrito naquela prova. Fora até ali para correr. Tinha sido essa razão – a única razão – por que apanhara o avião e viajara de tão longe até ao extremo norte do Japão. Pouco importava o vagar das minhas passadas, andar a passo estava fora de questão. A regra era essa. Se quebrasse as minhas regras uma vez que fosse, ver-me-ia obrigado a fazê-lo vezes sem conta. E se o tivesse feito, ter-me-ia sido extremamente difícil chegar ao fim da corrida.

in “Auto-retrato do escritor enquanto corredor de fundo”, Haruki Murakami

(Fonte Imagem: Cláudia Florença Photography)
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s