Vencer o “antigo eu”

CF - superarPara mim, a corrida é ao mesmo tempo um exercício e uma metáfora. Através do treino diário e das minhas corridas, acumulando desafios, consegui elevar a fasquia e chegar mais longe. Pelo menos tenho-me esforçado diariamente nesse sentido, a fim de melhorar o meu nível. Não quero com isto dizer que seja grande corredor. Situo-me num patamar perfeitamente vulgar, para não dizer medíocre, mas isso não vem ao caso. A questão, aqui, é saber se fui capaz de melhorar, por pouco que seja, em relação ao dia anterior. O único obstáculo que me importa vencer, enquanto corredor de fundo, é o meu antigo eu.

in “Auto-retrato do escritor enquanto corredor de fundo”, Haruki Murakami

Outros livros de desportistas:
– “Correr ou Morrer”, Kilian Jornet: IIIIIIIV
– “A Mais Alta Solidão”, João Garcia: I
– “Mais Além: Depois do Evereste”, João Garcia: III
– “Auto-retrato do escritor enquanto corredor de fundo”, Haruki Murakami: IIIIII
– “Uma Mulher no Topo do Mundo”, Maria da Conceição: I
– “Portugal de perto”, Nuno Ferreira: I

(Fonte Imagem: Cláudia Florença Photography)
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s