Físico vs Psicológico

Na maioria das vezeCF - amarrass quando se fala do Caminho de Santiago ou, de um modo mais genérico, das caminhadas de longa duração, tende-se a pensar imediatamente no esforço físico que isso implica. Não obstante esse ser um ponto importante, o que é mesmo essencial é a disponibilidade psicológica que temos para dedicar (ou não) a tal empreendimento.
Tudo vem da nossa mente; a motivação, a vontade de treinar, a determinação, o foco no objectivo, não desanimar com as rotinas (ver aqui), ultrapassar os obstáculos, não sucumbir às dores físicas (dentro do possível) e à preguiça/comodismo, ser persistente, paciente e não desistir.
é por este motivo que pessoas fisicamente em forma dizem não serem capazes de fazer algo do género e outras aparentemente improváveis, conseguirem.
Como já referi aqui “Os pés não vão onde o coração não está”. É necessário soltar as amarras mentais!

(Fonte Imagem: Cláudia Florença Photography)
Anúncios

2 thoughts on “Físico vs Psicológico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s