Capacidade de esperar

esperar“… Um novo sentimento manifesta-se no meu interior. Não é um sentimento vago ou inquietante. Na vida que eu levara até o presente, cada pausa compulsória era por mim preenchida com outra actividade. No mínimo lançava mão de algo para ler. Acontece que não se fica jamais totalmente ocioso. E aqui estamos nós, num espaço despojado, entre paredes nuas e sobre chão batido. Nada, absolutamente nada há para se fazer, salvo ouvir o tamborilar da chuva sobre o telhado e, de quando em quando, olhar pelas ripas que servem de grade. Ainda te sentes a ti mesmo? É o questionamento que as alternativas do ser e do agir às vezes nos apontam. Por certo que sim. Tenho clara consciência de mim mesmo, enquanto aqui me encontro à espera. E uma onda de plenitude e paz me pervade o íntimo. O resgate da capacidade de esperar…!”

in “Santiago Santiago – Caminho de Santos, Cavaleiros, Heróis e Vilões”, de Hans Aebli

(Fonte Imagem: aqui)
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s