Livro “A Mais Alta Solidão”

A leitura deste livro foi uma aprendizagem contínua, pois desconhecia tudo o que estava por trás do desporto aqui referido, o alpinismo, assim como a preparação necessária, tanto a nível físico, psicológico e material. Assim sendo, foi com muito interesse que acompanhei a preparação da expedição ao Evereste, na qual o português João Garcia estava integrado, assim como as tentativas de chegada ao cume.

Como foi largamente noticiado na altura (1999), nesta expedição acabou por falecer um amigo e companheiro de aventura de João Garcia, o belga Pascal Debrouwer, que não resistiu à descida, depois de atingir o cume.  Além disso, João Garcia sofreu graves lesões nas mãos, pés e nariz, devido ao frio, tendo sido sujeito a um tratamento prolongado (e amputação dos dedos), que poderia ter posto em causa a continuação nesta actividade.

Diria que é um livro “sem papas na língua”, que por vezes parece duro nas críticas feitas, mas que ao longo do mesmo vamos percebendo que não pode ser de outra forma. Estar no alto de uma montanha, longe de tudo e todos, onde os recursos são escassos e o mínimo erro pode por em causa meses e meses de planeamento, é preciso ser prático, profissional e ter atitude.

Nesta minha preparação para Santiago, opto mais uma vez pela leitura do testemunho de um desportista, que à partida parece não ter nada a ver com o Caminho (o livro anterior tinha sido “Correr ou Morrer, de Kilian Jornet). Fazendo a devida ressalva e, colocando cada um no seu patamar, é interessante ver como são vários os pontos de contacto e a aprendizagem que se pode tirar destes exemplos: focus no objectivo, determinação, força interior, “loucura” saudável, motivação, atitude, etc. :)

Outros livros de desportistas:
– “Correr ou Morrer”, Kilian Jornet: IIIIIIIV
– “A Mais Alta Solidão”, João Garcia: I
– “Mais Além: Depois do Evereste”, João Garcia: III
– “Auto-retrato do escritor enquanto corredor de fundo”, Haruki Murakami: IIIIII
– “Vagabundo dos Mares”, João Rodrigues: I
– “Uma Mulher no Topo do Mundo”, Maria da Conceição: I
– “Portugal de perto”, Nuno Ferreira: I

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s