Peregrinar

Bem, eu acho que as peregrinações mudaram-me muito. Quando vou para Santiago de Compostela vou ao encontro do meu amigo Santiago. E tenho de lhe agradecer por ter chegado e participado em mais um caminho. E o Caminho o que é? Bem, para mim o mais importante são as pessoas que o fazem e a partilha do dia à dia, partilha desinteressada, sem pedir nada em troca, sem saber quem és, o que fazes, que motivos te levam; porque se não houvesse pessoas a fazer o Caminho este não teria sentido. Permite-me limpar e libertar a mente para me sentir melhor. Peregrinar e chegar a Santiago de Compostela não é o fim, mas sim um começo para uma nova peregrinação no dia a dia, que nos vai dar forças para continuarmos e, se possível, tornarmos a ir ao seu encontro.

in Alguma Dor Cura a Alma, de Carlos Ferreira

(Fonte Imagem: aqui)
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s